Gostar de pessoas e sentir empatia.

Receber pessoas para uma consulta pode ser desafiador. Mas isto também é o que estimula quem trabalha com elas.

O atendimento em genética médica, apesar de prevalecer como consulta clínica, também envolve pequenas nuances que não podem passar sem importância. Na genética, sem perceber, o profissional pode adentrar sorrateiramente em territórios íntimos, questões familiares complexas e desejos e sonhos de seus pacientes e familiares.

Hoje escrevo por ter recebido duas irmãs para consulta. Muito boa conversa, como é de costume entre nós, paraenses. Muitas lições de vida! Muito encantamento com as histórias da vida real. Muitas histórias coincidentes.. sofrimentos que são experimentados por muitos secretamente. Não é possível dizer que são compartilhados, uma vez que um não sabe que o outro sente igual.

Acho que isso deve acontecer muito mais do que pensamos. Como seres humanos, por mais que sejamos únicos, individuais, devemos ter em mente que todos experimentamos sensações semelhantes e, que boas ou ruins, passam.

E enquanto nos é permitido, nós seguimos em frente!

2 comentários em “Gostar de pessoas e sentir empatia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: